Piometra em cadelas | Tudo Sobre Cachorros

Piometra em cadelas

Escrito por: Tudo Sobre Cachorros Atualizado em 30/04/2015

Essa palavra assusta muitos donos de cadelas pelo mundo todo. É uma doença grave? Sim. A cadela corre riscos? Sim. A unica forma de prevenir a Piometra é castrando a cadela.
 
 

O que é Piometra?

 
A Piometra é uma infecção bateriana que acontece no endométrio (tecido que reveste as paredes internas do útero). Como as cadelas castradas tem seu útero removido, elas não correm o risco de ter Piometra.
 
A Piometra é uma infecção secundário que ocorre como um resultado de mudanças hormonais no aparelho reprodutor das fêmeas. Durante o cio, os glóbulos brancos do sangue, que normalmente protegem contra infecções, são inibidos de entrarem no útero. Isso permite que o esperma entre no aparelho reprodutor da fêmea sem ser danificado ou destruído por essas células de defesa (os glóbulos brancos). Depois do cio da cadela, o hormônio progesterona permanece com níveis elevados por até 2 meses e causa o espessamento da parede uterina, preparando o útero para uma gravidez e desenvolvimento dos fetos (filhotes). Se a cadela não fica prenha por vários cios seguidos, o revestimento do útero continua a aumentar em espessura, formando às vezes até cistos dentro dos tecidos (Hiperplasia Endometrial Cística). O endométrio (tecido que reveste as paredes internas do útero) secreta fluidos que criam o ambiente ideal para as bactérias proliferarem. Além disso, os níveis elevados de progesterona inivem a capacidade dos músculos na parede do útero a se contrairem e expelirem líquidos ou bactéricas acumuladas. A combinação desses fatores levam à infecção que conhecemos por PIOMETRA.
 
As bactérias que então estão presentes no útero podem se instalar nos rins através da corrente sanguínea, e é por isso que a Piometra pode levar as cadelas à morte, pois os rins param de funcionar.
 
A Piometra raramente acontece em filhotes, pois pra ela acontecer a cadela tem que produzir hormônios sexuais, o que só ocorre depois do primeiro cio. E é essa produção prolongada (ou seja, a cadela tendo vários cios) que pode acabar fazendo ocorrer a Piometra. Normalmente a doença ocorre em cadelas acima de 5 anos de idade. Os sintomas começam a aparecer de 1 a 2 meses depois do cio.
 
Alguns donos de cadelas optam por dar injeções anticoncepcionais para evitar gravidez, porém, como são injeções de hormônio, esse método facilita o aparecimento da Piometra nessas cadelas. Como já dissemos antes, a única maneira de evitar a piometra é castrando. Veja aqui as vantagens da castração.
 

Piometra em cadelas

Do lado esquerdo, um útero normal. E do lado direito, um útero com piometra.


 
 

Tipos de Piometra

 
Existem duas formas de Piometra. Por isso é preciso ficar bem atento:
 
Aberta – a cadela apresenta corrimento purulento (com pus). Normalmente após 2 meses que a cadela teve o cio.
Fechada (colo uterino fechado) – não há presença de corrimento, por isso é uma forma mais silenciosa da doença. É o tipo mais perigoso, pois normalmente o dono só percebe a doença quando ela já atingiu um estágio muito avançado.
 
 

Sintomas da Piometra

 
– Pus pode ou não escorrer da vagina / vulva (no caso da Piometra aberta)
– Descarga vulvar com líquido espesso, escuro e fétido
– Aumento da sede / aumento da micção
– Alargamento do abdômen como o útero se enche de pus
– Letargia (inconsciência)
– Falta de apetite
– Perda de peso (pois a cadela, estando indisposta, não se alimenta)
– Alargamento do abdômen (barriga inchada)
– Febre (veja aqui como saber se seu cachorro está com febre)
– Desidratação
 
Cuidar de um cão significa estar atento aos menores sinais de alguma doença. Cães infelizmente não podem falar, então nós, donos, precisamos conhecer nossos cães para podermos saber quando alguma coisa muda. Fique sempre atento ao jeito do seu cachorro, qualquer mudança pode ser sinal de alguma doença.
 
 

Diagnóstico de Piometra

 
Em primeiro lugar, não tente prever a doença que sua cadela tem. Existem muitas doenças com sintomas parecidos. A Piometra é diagnosticada através de exames laboratoriais (ultrassonografia para ver se o útero está aumentado ou com espessura maior que o normal, hemograma completa para contagem de plaquetas, além de exames da secreção para saber o tipo) e clínicos (febre, letargia etc.). Também serão feitos exames bioquímicos que analisam a função renal, para saber se tem algum comprometimento dos rins.
 
 

Tratamento da Piometra

 
Assim que for diagnosticada a Piometra, pode ser que a cadela precise ficar internada. Ela receberá remédios intravenosos (na veia) e antibióticos para combater a infecção. Quando ela estiver estabilizada, a castração é recomendada para evitar que piore o quadro ou que a Piometra volte a ocorrer. Normalmente essa castração é feita o mais rapidamente possível para evitar insuficiência renal ou uma infecção generalizada (septicemia).
 
 

Como prevenir Piometra

 
Como mencionamos anteriormente nesse artigo, a castração é recomendada para prevenir a Piometra, pois na castração é removido o útero, que é o local onde a Piometra acontece.
 
A Piometra foi um dos inúmeros motivos que levaram à castração da Pandora com 8 meses, antes do primeiro cio. Confira aqui o diário da castração da Pandora.
 
Referências: University Animal Hospital, VCA Animal Hospitals.
 

Snapchat Tudo Sobre CachorrosInstagram Tudo Sobre Cachorros

Ganhe um Calendário 2016

Assine GRÁTIS a Newsletter, receba os artigos no seu e-mail e ganhe um lindo Calendário 2016 pra você baixar e imprimir!

Mãe de cachorro?

Junte-se a nós!

Cadastre-se para conhecer a DogHero, serviço de hospedagem para cães, e receba toda semana novidades do mundo canino.