InícioSaúdeTratamento para displasia coxofemoral com células-tronco

Tratamento para displasia coxofemoral com células-tronco

Os pais da Lagna, uma Golden Retriever de 2 anos, perceberam que ela passou a “rebolar” muito durante seus passeios diários e, pouco tempo depois, passou a se levantar com dificuldade. Você já notou algo semelhante no seu cachorro?

Muito atenta, a família da Lagna, que já tinha ouvido falar que a displasia coxofemoral é uma doença comum em Goldens, buscou atendimento com um veterinário especializado em ortopedia, que pediu raio X e prontamente diagnosticou a alteração.

O veterinário explicou que o tratamento com células-tronco tem apresentado excelentes resultados para casos como o de Lagna, retardando o avanço da doença e gerando maior qualidade de vida por um período prolongado. Então os pais dela conversaram e decidiram apostar nesta terapia inovadora.

Como é feito o tratamento com células-tronco em cães

O animal recebe anestesia feita pelo veterinário e o médico aplica as células-tronco no organismo do animal. A terapia é aplicada especificamente para cada animal de acordo com sua necessidade, totalmente personalizada pra ele. É feita apenas uma aplicação para já vermos resultado.

O procedimento é rápido e muito seguro. No caso da cadelinha Lagna, seus pais logo começaram a notar que ela ficou mais ativa. Perceberam que antes ela começou a se movimentar mais e buscar objetos mais longe, coisa que não fazia antes da aplicação das células-tronco. Ou seja, a dor que ela estava sentindo melhorou.

Além disso, com o passar das semanas, ela começou a se levantar rapidamente e demonstrar maior disposição para brincar e passear. Hoje a Lagna possui uma vida normal, sem restrições ou limitações e seus pais estão felizes por vê-la bem.

Assim como a Lagna, muitos cães podem apresentar enfermidades em articulações e se beneficiarem da terapia celular. Além da displasia coxofemoral, outras causas de osteoartrose são as lesões de joelho e de cotovelo. Para todos estes casos a terapia com células-tronco é o que existe de mais moderno para oferecer controle da dor, evitar a rápida progressão das lesões e proporcionar bem-estar aos cães, que voltam a apresentar comportamento normal.

Antes e depois do tratamento com células-tronco

É difícil de acreditar, mas veja com seus próprios olhos a evolução da Lagna!

Antes
NeoStem Antes e Depois
Lagna levantava com muita dificuldade
 
Depois
NeoStem Antes e Depois
Melhora visível na dor e na mobilidade

Sinais de problemas articulares em cães

Os cães não falam, mas demonstram o que sentem de forma sutil. Além disso, eles tem alta tolerância para dor, então quando apresentam os sinais é porque a dor já está moderada ou até grave. Se seu pet apresenta algum dos sinais abaixo, atenção! Ele pode ter alguma lesão articular. Procure um veterinário e não perca tempo, pois seu bichinho está sofrendo.

1. Alteração ao caminhar – como mancar ou rebolar
2. Se levanta com dificuldade
3. Sente dor quando recebe carinho ou lambe excessivamente a região de alguma articulação
4. Não quer continuar um passeio, então se deita ou se senta
5. Não sobe mais na cama ou sofá
6. Corre igual a coelho, com as patas de trás juntas

Lembre-se de que um check-up anual previne diversas doenças e sua importância só aumenta com o avanço da idade.

NeoStem é o tratamento com células-tronco para o seu pet

A Ourofino trouxe para nós, tutores, a possibilidade de darmos mais qualidade de vida para os nossos animais através do tratamento com células-tronco, o NeoStem.

Ele é indicado para problemas articulares, ceratoconjuntivite seca (olho seco) e sequelas causadas pela Cinomose.

Animais que antes lutavam para ter uma vida confortável agora podem ter mais tranquilidade e felicidade sem dor e sofrimento.

Veja aqui mais sobre o NeoStem e converse com seu veterinário sobre esse tratamento incrível e revolucionário.

NeoStem tratamento

publipost

ÚLTIMOS ARTIGOS