Remédios humanos proibidos para cães

Escrito por: Tudo Sobre Cachorros

Muitas pessoas resolvem medicar o cachorro em casa sem levar ao veterinário. Primeiramente, quando um animal está passando mal, ele precisa ser examinado clinicamente e muitas vezes precisam ser feitos exames laboratoriais para fazer o diagnóstico. O médico veterinário é um profissional competente com anos de estudo e só ele está apto para diagnosticar e medicar um cachorro.
 
Por isso, se você tem o hábito de medicar seu cachorro por conta própria, saiba que você pode piorar o quadro dele e até levar seu cachorro ao falecimento.
 
Para servir de alerta, vamos listar aqui os medicamentos humanos que não são permitidos para cães, pois podem causar até sua morte. Confira também as verduras e os legumes que são proibidos para os cães.
 
Mantenha seus remédios longe do alcance dos seus animais de estimação.
 
Amitraz (carrapaticida, sarnicida e piolhicida)
Antídoto: cloridrato de ioimbina
Anticoagulantes derivados de cumarínicos
Antídoto: Vitamina K
Arsênico, mercúrios e outros metais pesados
Antídoto: dimercaprol
Carbamato (combate os carrapatos, pulgas, piolhos e fungos)
Antídoto: composto de oxima, cloreto de pralidoxima
Chumbo
Antídoto: edetato dissódico de cálcio, EDTA
Estricnina (veneno, também conhecido como “chumbinho”)
Antídoto: pentobarbital, amobarbital, metocarbamol, éter gliceril-guaiacólico
Etilenoglicol (anticongelante de automóveis)
Antídoto: etanol, bicarbonato de sódio
Organoclorados (inseticidas)
Antídoto: não há antídoto específico
Organofosforados (inseticidas)
Antídoto: cloreto de pralidoxima
Piretrinas e piretróides (inseticidas)
Antídoto: atropina, diazepan
Diclofenaco sódico e de potássio: (“Voltaren” e “Cataflan”) antiinflamatório
Ivermectina: antiparasitário (é tóxico para raças de focinho longo do “tipo” Collie – Collie, Pastor de Shetland, Border Collie etc)
 
Fonte: Produtos e Plantas Tóxicas para Cães e Gatos, de Cynara Campanati
 

   


193 Compart.
Compartilhar193
WhatsApp
Twittar
Pin