Hachiko reencontra seu tutor simbolicamente através de nova estátua

Escrito por: Yasmin Souza

A linda história de amor entre o cão Hachiko e seu dono, o cientista agrícola e professor universitário, Hidesaburō Ueno, é chamada de símbolo da igualdade no Japão, país de origem da dupla. Agora, com a ajuda de Hollywood, ultrapassa fronteiras e conquista o mundo inteiro.
 
Todo santo dia, sempre que o professor ia trabalhar pela manhã, Hackicko o acompanhava na estação de trem, e ali ficava até o seu retorno.
 

cao-hachiko-estatua-universidade-toquio-professor-ueno-01

Foto: Reprodução/rocketnews24


 
 
A relação de cumplicidade dos dois despertava boas emoções na comunidade local que os via como inseparáveis. Porém, o tradicional cotidiano foi interrompido quando o dono teve um derrame e veio a falecer, durante uma reunião do corpo docente que participava.
 
O fato marcante ocorreu depois, e tornou Hachiko um herói nacional. Até o final de sua vida, todo dia o cão aguardou pacientemente o seu melhor amigo na mesma estação de Shibuya, e fielmente o procurava na multidão de passageiros que descia do trem. O cachorro esperou por 9 anos e 10 meses, até que no dia 8 de março, não resistiu e faleceu, por se encontrar debilitado devido aos anos na rua, além de contrair Dirofilariose.
 
No cemitério Aoyama, em Tóquio, os dois permaneceram juntos pelos ossos que foram enterrados juntos, e até hoje, uma cerimônia homenageia o Akita no dia de seu falecimento. Na estação onde Hachiko retornava todo dia, Shibuya, tem uma estátua que presa eternizar a história. A estátua de hoje, construída em 1948, já é a segunda versão. A primeira derreteram na Segunda Guerra Mundial para construir armas.
 
cao-hachiko-estatua-universidade-toquio-professor-ueno-02

Foto: Reprodução/rocketnews24


 
 
Mais as homenagens não pararam por aí! Feita pela faculdade de Agricultura da Universidade de Tóquio, há uma nova estátua, representando o tão esperado encontro da dupla. Sua imagem é o professor Ueno e Hachiko finalmente juntinhos.
 
Quem topou o desafio foi o artista e escultor Tsutomu Ueda, de Nagoya, fazendo um incrível trabalho. Já é a segunda estátua homenageando a história de autoria do artista. A primeira está em Tsu, a cidade de origem do professor.
 
Se você deseja conhecer a estátua, basta visitar o campus de Agricultura da Universidade de Tóquio.
 
cao-hachiko-estatua-universidade-toquio-professor-ueno-03

Foto: Reprodução/rocketnews24


 
 

   


37 Compart.
Compartilhar37
WhatsApp
Twittar
Pin