Sarna canina - O que é e como tratar | Tudo Sobre Cachorros

Sarna canina – O que é e como tratar

Escrito por: Tudo Sobre Cachorros Atualizado em 14/01/2015

A sarna canina é uma doença causada por ácaros e que atinge a pele dos cachorros. Os ácaros estão por toda parte, na pele dos humanos e também na pele dos cães. A questão da sarna canina é o tipo do ácaro.
 
Muita gente acha que só cachorro de rua que tem sarna, mas isso não é verdade. Os ácaros que provocam a sarna estão em toda parte, em cobertores, sofás, camas e até em brinquedos. Todo cachorro pode adquirir a sarna, por isso é tão importante saber sobre isso e conseguir identificar o problema desde cedo.
 
 

Sarna canina pega em humanos?

 
A resposta é SIM! Por isso devemos tomar muito cuidado. Veja esse vídeo que explica a questão da transmissão da sarna dos cães para os humanos e o que você precisa fazer:
 

 
 

Tipos de sarna canina

 
São três tipos de sarna existentes. Cada uma é provocada por um ácaro diferente e elas tem características distintas.
 
Sarna sarcóptica (escabiose)
O ácaro que causa essa sarna é o Sarcoptes scabei. Atinge cães em qualquer época do ano e de todas as idades. Essa sarna causa uma coceira muito intensa na pele do cachorro, fazendo com que ele se coce muito, se lamba e até morda a si mesmo. Os sintomas incluem pele avermelhada, bolhas, queda do pelo, crostas e escoriações. É muito contagiosa, pode passar facilmente pra outro cão, para pessoas e em alguns casos até para gatos. O veterinário irá prescrever um medicamento e deve-se evitar contato direto com o cão doente.
 
 
Sarna otodécica (sarna de ouvido)
Esse tipo de sarna só afeta os ouvidos do cachorro. O ácaro que causa essa sarna é o Otodectes cynotis e ela pode passar de cães pra gatos e vice-versa. Esse tipo de sarna não passa pros seres humanos. Ela causa coceira intensa na orelha/ouvido do cachorro e de tanto ele coçar pode acabar ferindo a região. Além da coceira, outro sintoma é o acúmulo anormal de cera (cerúmen) no ouvido do cachorro, que pode gerar uma otite. O tratamento é feito com remédios e as orelhas devem ser sempre limpas pra que ele não tenha novamente a doença. Veja aqui como limpar os ouvidos do seu cachorro.
 
 
Sarna demodécica (sarna negra)
Essa é a sarna que mais assusta os donos de cães. É causada pelo ácaro Dermodex canis. Essa sarna não é contagiosa como as outras, porém ela é genética. Esse é um dos motivos que deve-se pesquisar muito um canil antes e adquirir um cachorro, pois canis responsáveis realizam todo tipo de exame em seus cães para que não gerem filhotes doentes. Veja aqui como escolher um canil. Os sintomas são feridas com secreções e cheiro forte. O animal que apresenta sarna negra deve ser castrado e jamais deve cruzar, para que a doença não passe para outras gerações. Essa sarna não tem cura, apenas controle.
 
Atenção: nem sempre o fato do seu cachorro se coçar muito significa que ele está com sarna. Muitas pessoas pedem indicações na internet ou pra amigos e medicam o cachorro sem levar ao veterinário. Cuidado. Pode ser que não seja sarna e você piore o problema. E mesmo que seja sarna, existem três tipos diferentes e que são tratadas com medicações diferentes. Leve seu cachorro no veterinário se notar algo anormal nele.
 
Vamos aprofundar sobre cada tipo de sarna para ajudá-lo a compreender melhor essa doença.
 
 

Plano de saúde para cachorro

Sarna Sarcóptica

 
sarna caninaQuando acontece em gatos, ela é chamada de Sarna Notoédrica. Esse é o tipo mais comum de sarna. Os ácaros atingem as camadas mais profundas da pele e conseguem se reproduzir rapidamente, provocando vários sintomas:
 
– Vermelhidão
– Queda e ausência de pelo
– Perda de apetite
 
Diagnóstico e tratamento
É realizado por um veterinário que irá recolher uma amostra da ferida e da pele do cachorro. Um exame laboratorial determinará se é sarna. Normalmente o medicamento é tópico (aplica-se na região) e com banhos especiais de tratamento. Somente casos graves são tratáveis com medicação oral ou injetável.
 
Mantenha o animal doente longe de outros animais e lave bem a caminha e os pertences dele pra evitar que ele contraia a doença novamente.
 
 

Sarna Otodécica ou Sarna de Ouvido

 
sarna de ouvidoOs sintomas incluem cera em excesso e coceira intensa nos ouvidos. Por isso é muito fácil confundir a sarna de ouvido com a otite.
 
Diagnóstico
O veterinário irá recolher uma amostra da cera e submeter a exames laboratoriais para saber exatamente se existe o ácaro da sarna presente no local.
 
Tratamento
O tratamento é tópico, com remédios pra ouvido específicos. Podem ser recomendados banhos antiácaros também.
 
 

Sarna Demodécica

 
sarna demodécicaA sarna demodécica é muito conhecida como sarna negra. O ácaro que causa essa sarna está presente no corpo de todos os cães, mas se manifesta apenas aqueles que estão com alguma falha no sistema imunológico, geralmente por motivos genéticos. Aparecem lesões em alguns locais do corpo do cachorro e com o tempo pode se espalhar pelo corpo inteiro.
 
Diagnóstico
É feito pelo veterinário através de uma amostra, assim como na escabiose.
 
Tratamento
O tratamento é bastante longo, geralmente com medicamentos tópicos e banhos especiais de tratamento. Quando o caso é muito grave, podem ser necessárias injeções.
 
A sarna negra costuma atingir principalmente cães filhotes, com menos de 6 meses de vida, ou cães que passaram de cinco anos de idade (justamente por esses dois grupos terem a imunidade mais sensível).
 
Manter a imunidade do cachorro sempre alta, com uma boa alimentação, é fundamental pra evitar o aparecimento da sarna negra.
 
Veja aqui mais sobre a sarna demodécica / sarna negra.
 

Instagram Tudo Sobre Cachorros
Ganhe um Calendário 2015

Assine GRÁTIS a Newsletter, receba os artigos no seu e-mail e ganhe um lindo Calendário 2015 pra você baixar e imprimir!

Plano de saúde para cachorro

Esconder essa janela.