Diabetes precoce em filhotes de cachorro

Diabetes precoce em cães e filhotes

Escrito por: Tudo Sobre Cachorros Atualizado em 08/04/2016

Localizado próximo ao estômago e intestino delgado, o pâncreas é uma pequena glândula que provê duas funções importantes. Ela produz as enzimas digestivas, que são necessárias para a digestão dos alimentos dentro do intestino delgado. Além disso o pâncreas produz hormônios que ajudam a regular o nível de açúcar no sangue, a glicose.
 
Quando o amido e os carboidratos são consumidos, eles são divididos em glicose do açúcar. Ele é absorvido através da parede do trato digestivo e absorvido pela corrente sanguínea. A insulina permite que a glicose deixe a corrente sanguínea e entre nos tecidos do corpo. A glicose pode então ser utilizada em forma de energia para as células. Quando os níveis de glicose estão elevados, o glucagon faz com que ela seja armazenada no fígado e nos músculos como glicogênio.
 
A diabetes mellitus é geralmente conhecida como diabetes ou diabetes do açúcar. De modo geral, a diabetes mellitus é o resultado do pâncreas produzir uma quantidade insuficiente do hormônio da insulina.
 
cachorro diabetes tratamentoSe o pâncreas produzisse quantidades normais de insulina, e então falhasse na vida adulta (após um ano de idade), a chamaríamos de diabetes mellitus. Quando o pâncreas não se desenvolve normalmente no filhote (geralmente em filhotes com menos de um ano de idade), com o resultado sendo a produção de insulina insuficiente, então ela é chamada de diabetes mellitus precoce. Independentemente da causa ou idade em que é diagnosticada, o resultado é que o pâncreas não produz quantidade suficiente do hormônio da insulina.
 
A insulina é necessária para mover a glicose para dentro das células a partir da corrente sanguínea. A maior parte das células do cérebro, assim como as do intestino e glóbulos vermelhos, não precisa de altos níveis de insulina para o transporte da glicose através de suas paredes. São os tecidos do corpo, tais como o fígado e músculos que precisam da insulina para transportar a glicose para dentro de suas células e fornecer energia. No entanto, com a diabetes, a glicose simplesmente se acumula na corrente sanguínea e causa um nível elevado de açúcar no sangue.
 
Não se sabe ainda porque a diabetes juvenil ocorre. Alguns casos podem ser o resultado de doenças auto-imunes e/ou danos ao pâncreas na infância por doenças como parvovírus infeccioso canino. A genética também desempenha seu papel e a diabetes juvenil é considerada hereditária na raça Golden Retriever.
 
 

Sintomas de diabetes em cachorros

 
diabetes cachorroA diabetes precoce geralmente resulta em um crescimento inadequado do cão. O filhote geralmente fica menor do que o normal. Filhotes diagnosticados não só não conseguem crescer adequadamente, mas também perdem peso, apesar de estarem com fome e comerem vorazmente. A perda de peso é um sintoma comum à medida que o corpo “queima” músculo para gerar energia e compensar a incapacidade de o corpo de utilizar a glicose. Alguns filhotes podem ficar fracos ou paralisados, especialmente nos membros traseiros.
 
Níveis altos de açúcar no sangue podem afetar muitos sistemas do corpo. O excesso de açúcar no sangue será eliminado através dos rins, fazendo o cão urinar mais e dando mais sede. Níveis altos de açúcar no sangue também alteram a lente do olho, levando a cataratas diabéticas. A perda de massa muscular combinada com níveis inadequados de energia no interior das células conduz à fraqueza generalizada. Os sinais mais comuns de diabetes são fraqueza, perda de peso e aumento da sede e urina.
 
 

Riscos da diabetes em cães

 
O alto nível de açúcar no sangue é tóxico para muitos sistemas e órgãos do corpo, incluindo os vasos sanguíneos, sistema nervoso, fígado etc. Um cão com diabetes descontrolada não tem uma vida normal. Ao primeiro sinal de diabetes, um teste de sangue deve ser realizado por um veterinário para determinar o nível de açúcar no sangue. Quanto mais cedo o tratamento for iniciado, melhor.
 
 

Tratamento para cachorros com diabetes

 
diabetes cachorroDiferente dos humanos, simplesmente controlar a dieta raramente é benéfica para o cão. Do mesmo modo, os comprimidos orais de insulina não são tão efetivos. O tratamento para o cão diabético envolve injeções diárias de insulina. Os cães devem ser cuidadosamente monitorizados com testes de açúcar no sangue e urina para ajudar a determinar a quantidade adequada de insulina. A alimentação diária deve ter horário regular para proporcionar uma dose constante de açúcar de modo que a insulina permaneça no nível adequado.
 
Alguns cães com diabetes podem viver uma vida relativamente normal com os devidos cuidados. Manter um animal com diabetes requer dedicação do dono.
 

Snapchat Tudo Sobre CachorrosInstagram Tudo Sobre Cachorros

Ganhe um Calendário 2016

Assine GRÁTIS a Newsletter, receba os artigos no seu e-mail e ganhe um lindo Calendário 2016 pra você baixar e imprimir!

Mãe de cachorro?

Junte-se a nós!

Cadastre-se para conhecer a DogHero, serviço de hospedagem para cães, e receba toda semana novidades do mundo canino.