Como saber se o cachorro está com dor de dente - Sintomas e tratamento

Como saber se o cachorro está com dor de dente

Escrito por: Tudo Sobre Cachorros

Se seu cão estivesse com dor de dente, você saberia? Se a gengiva estiver enfraquecida e dolorida, você percebe? Provavelmente não. Saiba reconhecer os primeiros sinais de problemas dentários em cães e veja dicas sobre o que fazer para ajudar a manter em forma os dentes do seu amigo de quatro patas.
 
 
1. Entenda a boca do seu cão
 
Assim como as pessoas, os cães podem quebrar ou fraturar os dentes. E assim como nós, eles também podem sofrer da gengiva. Os cães têm cinco vezes mais chances de desenvolver problemas nas gengivas do que os humanos, por várias razões. Primeiro, os cães têm uma boca alcalina, o que ajuda na formação de placas. Segundo, diferente dos humanos, os cães não costumam escovar os dentes diariamente.
 
cachorro com dor de dente“A placa é feita de saliva, detritos de alimentos, células mortas da mucosa da boca, bactérias orais e seus subprodutos,” diz Colleen O’Morrow, DVM, membro da Academia de Odontologia Veterinária e dentista veterinário que atende Manitoba, Canada. “Como a placa engrossa pelo fato de não ser escovada diariamente, as bactérias se multiplicam.”
 
Quando isso acontece, os problemas se multiplicam também. Com o aumento das bactérias, a boca do seu cão mobiliza células para combater a invasão. Essas células mobilizadas se combinam com as bactérias para causar inflamações e destruição do tecido da boca do seu cachorro. Com o avanço da inflamação e destruição do tecido, ocorre destruição dos ossos, o que finalmente leva a perda dos dentes — e muita dor para seu cão.
 
 
2. Fique atento: cães raramente mostram sinais de dor de dente
 
Mesmo com o dente rachado ou doença periodontal que danifica a gengiva ao redor do dente, seu cão provavelmente irá comer como sempre, fazer festa quando você chegar em casa e agir como o mesmo cão que você conhece e ama.
 
Seu cão pode estar em dor crônica sem que você saiba. Por quê? Os cães evoluíram para esconder dores crônicas. Seu instinto animal é não mostrar sinais de fraqueza.
 
“Na minha experiência, o sinal número 1 de doença periodontal é não apresentar sinais,” diz Brett Beckman, DVM, FAVD, DAVDC, DAAPM, um dentista veterinário que trabalha na Flórida e na Georgia, nos Estados Unidos.
 
“O número de pacientes que me procuram por motivo de dor é abaixo de 5%,” diz Beckman, enquanto mais de 80% dos cães têm doença periodontal por volta dos 3 anos de idade. “Quero insistir nesse ponto,” diz Beckman, “quase sempre não há nenhum sinal” de dor de dente.
 
 
3. Conheça os principais sintomas de problemas dentários
 
Porém, assim que um problema dentário está avançado, você pode ver alguns sintomas, incluindo:
 
• Gengivas vermelhas ou sangrando
• Sangue no brinquedo de morder
• Vocalização quando ele boceja ou come
• Perda de dentes
Mau hálito
• Caroços ou inchaços na boca
• Saliva viscosa ou com sangue
• Timidez com a cabeça (ele não quer que você toque em sua cabeça)
• Dificuldade para pegar a comida
• Mastigação com apenas um lado da boca
• Corrimento nasal e espirros (gengivite avançada nos dentes caninos superiores pode levar a perda óssea entre a cavidade nasal e oral)
 
Além disso, fique de olho em dentes escurecidos, quebrados ou soltos. São sinais de que os dentes vão mal. Com frequência, os donos de cachorros atribuem esses sintomas a idade.
 
Muita coisa pode acontecer na boca de um cão — e todas podem facilmente passar despercebidas. Então o que você pode fazer?
 
 
4. Cuide da saúde bucal do seu cão
 
Cuidar da saúde bucal de um cão é como cuidar da sua. Para manter uma boca saudável, muitos veterinários recomendam:
 
• Exames orais anuais, raio-x dos dentes, e limpezas feitas com anestesia geral. Um exame oral completo e raios-x são as únicas maneiras que seu veterinário possui para olhar abaixo da linha da gengiva, onde as doenças se escondem. A anestesia geral é necessária para que o veterinário verifique se há bolsões ao redor dos dentes, remover o tártaro acima e abaixo da gengiva e remover tecido morto. Exames e limpezas feitos sem raio-x e anestesia são pouco usados.
 
como escovar os dentes do cachorro 5Escovação diária dos dentes. Limpar os dentes do seu cão todos os dias é uma ótima forma de prevenir ou retardar o progresso de doenças orais. Tudo que você precisa é de creme dental para cães (disponíveis em vários sabores, como frutos do mar, baunilha, malte, amendoim, frango, e carne), e uma escova de dentes para cães (escovas para humanos são muito grandes), juntamente com um pouco de paciência e orientação, e você Verifique se há caroços ou inchaços ou em torno da boca do seu cão, especialmente presente qualquer inchaço de um lado e não do outro.poderá manter a boca do seu cão saudável e sem dores. Veja aqui como escovar os dentes do seu cachorro.
 
• Tempo para Mastigação Diária. Outra maneira de manter a boca do seu cão em forma é dar a ele brinquedos para mastigar todos os dias. Escolha brinquedos duros de borracha ou brinquedos de ossos de couro cru que possam dobrar facilmente. (O couro cru pode causar problemas gastrointestinais se o cão engolir um pedaço grande.) Veterinários também recomendam ficar longe de guloseimas e brinquedos duros como ossos de nylon, couro cru não dobrável, cascos de vaca ou porco, e ossos de animais de todos os tipos, crus ou cozidos. E não use bolas de tênis, cuja superfície abrasiva pode desgatar os dentes do cão enquanto ele mastiga.
 
Ração de boa qualidade. Você deve conversar com seu veterinário para saber se uma “dieta dentária” está correta para as necessidades do seu cão. Isso pode significar alimentar seu cão com aditivos que ajudam a evitar o endurecimento da placa ou com alimentos secos que esfregam os dentes enquanto ele mastiga.
 
 
5. Examine regularmente os dentes do seu cão
 
Você não pode querer diagnosticar gengivites ou outros problemas orais sérios na boca do seu cão, mas existem coisas que você pode verificar nos intervalos das limpezas anuais.
 
• Procure dentes quebrados ou sem cor.
• Verifique o odor da boca, especialmente dentro dos dois primeiros meses após a limpeza.
• Procure por sangramento na tigela de água ou quando o cachorro estiver mordendo um brinquedo.
• Verifique se há caroços ou inchaços ou em torno da boca do seu cão, especialmente inchaços apenas de um lado.
• Fique alerta para um aumento da resistência para escovar os dentes.
• Repare se seu cão está recusando a comida.
• Ouça se ele faz algum resmungo ou choro enquanto come.
 
Se encontrar algum desses problemas, fale imediatamente com o veterinário. Seu cão pode estar com dor e precisa de cuidados orais com urgência.
 
Evite que seu cão fique com os dentes como as letras B, C e D da figura:
 
dentes cachorro
 
Veja mais:
Saiba como evitar o mau hálito no seu cachorro
Aprenda a escovar os dentes do seu cão
 


 

Com vocês, o primeiro programa Tudo Sobre Cachorros!
 

 
ASSINAR CANAL