Boston Terrier


Anúncio canilExpectativa de vida: 13 a 15 anos
Ninhada: 4 filhotes em média
Grupo: Grupo 9 – Cães de Companhia
Padrão da Raça: CBCK
Cor: preto e branco, marrom e branco, tigrado e branco e em raros casos, avermelhado e branco.
Pelo: curto
Porte: médio
Altura do macho: 38.1-43 cm
Peso do macho: 4.5-11.3 kg
Altura da fêmea: 38.1-43 cm
Peso da fêmea: 4.5-11.3 kg
Ambiente Ideal: os Bostons se adaptam muito bem a diversos ambientes. Eles ficam felizes vivendo em apartamentos, casas pequenas, casas grandes, mansões, na cidade com curtos passeios diários ou no campo, com bastante lugar pra correr e brincar. Mas, lembre-se, eles são cachorros para ficar dentro de casa, não para passarem o dia do lado de fora e dormir em canil. Eles não se dão bem em temperaturas extremas, como muito frio ou muito calor. Além disso, eles são muito apegados aos donos e podem ficar deprimidos se forem mantidos do lado de fora.
 
 
Características
 
Boston Terriers são cães compactos, com cabeças grandes sem rugas, olhos escuros e grandes, orelhas empinadas e focinho escuro. O pelo do Boston Terrier é fino e curto. Essa raça não tem cheiro e tem pouca queda de pelo. O Boston Terrier é um cão muito fácil de lidar e podem se adaptar facilmente a qualquer situação: cidade, campo, apartamento, casa. Eles se dão muito bem com crianças, outros cães, gatos e outros animais. Essa raça AMA agradar os donos e fará qualquer coisa para te deixar feliz. O Boston Terrier é a melhor campainha da casa: assim que alguém bater na porta, eles já vão todos contentes abanando o rabo para saudar quem estiver chegando. Se você quer um cachorro que fique do seu lado o dia todo, um Boston Terrier é o ideal. Se você quer um cão para o agility, o Boston também é pra você. Eles podem e vão fazer qualquer coisa, só não leve-os para nadar.
 
 
Pelagem
 
O pelo do Boston Terrier é fino, curto e macio, além de não cair muito. No Brasil a cor mais comum é o branco com preto, mas também existe o branco com marrom, o tigrado com marrom e até o avermelhado com marrom. O branco do pelo cobre a sua barriga, indo até o peito e em volta do pescoço, além de ocupar o meio da face. Eles também tem patas brancas. Alguns exemplares da raça tem mais partes brancas e outros tem menos. O padrão da raça é como foi descrito aqui.
 

 
 
Origem do Boston Terrier
 
A origem do Boston Terrier é bastante controversa. Alguns historiadores afirmam que trata-se de uma raça desenvolvida completamente pelos americanos, a partir do acasalamento de cães britânicos. Outros afirmam que foram criados em Boston, Massachusetts, no final de 1800. De qualquer forma, a hipótese mais aceita é a de que o Boston Terrier seja a primeira raça totalmente desenvolvido nos Estados Unidos. Mas isso não elimina outra controvérsia: quais os cães utilizados para a formação da raça? Novamente sobram teorias… alguns acreditam que tenha em sua origem o cruzamento de Buldogue Inglês, o Buldogue Francês, o Pit Bull Terrier, o Bull Terrier, White English Terrier e o Boxer. Outros apostam ser o cruzamento de Bull Terriers e Buldogues.

 
No Brasil a raça ainda é pouco conhecida, apesar de estar presente no país há muitos anos, mas sem um número significativo de exemplares e criadores.
 
 
Temperamento e Personalidade
 
É difícil descrever o temperamento do Boston Terrier. Eles são diferentes de qualquer outra raça. São muito apaixonados, amáveis, carinhosos e estão sempre querendo agradar. É preciso muito esforço para irritar um Boston Terrier, mas quando ficam irritados, não reagem, simplesmente saem do ambiente. São muito fáceis de educar e adestrar, amam aprender e entendem rapidamente o que o treinador está querendo dizer. Eles são muito sensíveis ao seu tom de voz, usar um tom muito agressivo irá deixá-los chateados e dá pra ver na carinha deles se eles estão chateados ou não.
 
O Boston Terrier é ótimo com crianças, ótimo com idosos e amigáveis com estranhos quando descobrem que o estranho não irá machucar a sua família. Eles são muito brincalhões, muito apegados e muito apaixonados pela família. Embora eles sejam muito dedicados e adorem agradar, ensinar um Boston Terrier a fazer as necessidades no jornal pode ser um problema. Veja as nossas dicas pra ensiná-los com facilidade.
 
 
Problemas de saúde
 
Bom, assim como o Pug, o Buldogue Francês, o Buldogue Inglês, o Shih Tzu, o Pequinês, o Boxer e todas as outras raças braquicefálicas (de cara achatada, sem focinho), o Boston Terrier tem diversos problemas causados por esse fator. Não toleram temperaturas extremas (por causa do seu focinho curto, tem dificuldade de fazer a troca de ar), roncam e além disso, seus olhos ficam muito expostos, já que tem pouco focinho, e isso facilita para que tenham diversos problemas oculares. O problema ocular mais comum é a úlcera de córnea: 1 entre 10 Boston Terriers apresentam úlcera de córnea pelo menos uma vez na vida. Eles também tem bastante tendência a cataratas.
 
A surdez também tem acometido a raça desde o seu princípio. A surdez pode acontecer em qualquer Boston, mas é mais comum em Bostons que tenham um ou dois olhos azuis.
 
A luxação de patela é o problema ortopédico mais comum nessa raça, que pode levar a uma ruptura do ligamento cruzado anterior. Ocasionalmente a raça pode sofrer de displasia do quadril, embora essa doença aconteça mais em raças grandes, enquanto a luxação da patela seja mais comuns em raças pequenas.
 
Alguns Boston Terriers tem ausência de cauda (cauda “pra dentro”), ou tem uma cauda muito enrolada. Isso pode trazer um sério problema. A cauda cresce ao contrário e para baixo, criando uma fenda que pode ser muito dolorosa e pode até infeccionar. Em casos severos, é preciso amputar a cauda. Em casos mais brandos, é importante manter a área limpa para garantir o conforto do cão.
 


 
 
Cuidados estéticos
 
O pelo do Boston Terrier é fino, liso e curto. Os pelos do Boston Terrier não caem muito e precisam de pouca manutenção. De qualquer forma, o rosto precisa ser limpo com um lencinho umedecido todos os dias (não esqueça de secar bem!) e suas unhas precisam ser cortadas de tempos em tempos. Eles também precisam se banhos ocasionais (confira aqui a frequência ideal de banhos nos cães). É preciso também escová-los (eles adoram, e normalmente não se incomodam se suas patas forem tocadas, diferente de muitas raças). Eles não curtem muito a água, mas também não vão dar muito trabalho pra tomar banho. Os Boston Terriers são muito fáceis de lidar, como já dissemos. Eles costumam aceitar tudo.
 
 
Exercício
 
Uma boa notícia aos sedentários de plantão: Bostons não precisam de muito exercício. Eles amam passear, assim como todos os cães, mas vão amar também umas boas brincadeiras, principalmente se estiverem interagindo com seus donos. Atenção: nunca saia com seu Boston Terrier quando estiver muito frio ou muito calor. Eles tem muita dificuldade para respirar e podem inclusive falecer. Cuidado com o superaquecimento: quando estiverem cansados, pare a brincadeira/exercício, forneça água e deixe-o se recuperar. Não abuse e não sobrecarregue seu Boston. O mesmo vale para Buldogues, Pugs e Shih Tzus.
 
 
Adestramento
 
Eles são muito fáceis de treinar. Amam agradar, amam aprender e aprendem muito rápido. Eles demoram um pouco para aprender a fazer as necessidades no jornal, mas aprendem, não se preocupe. Eles são MUITO sensíveis ao tom da sua voz: fale mais grosso e você verá a tristeza em seus olhos (isso não é apaixonante?). Bostons são muito sociáveis e amam atenção, então se tiverem atenção, vão querer te agradar em troca. Os machos principalmente precisam ser sociabilizados com outros cães e animais desde filhotes, pois eles podem ser bem territorialistas.
 
Quando for adestrar seu Boston Terrier, lembre-se de usar sempre o reforço positivo, em vez de brigar pelo mau comportamento. Cães respondem ao reforço positivo sempre e não entendem quando fazem algo de errado.
 
 
Boston Terrier x Buldogue Francês
 
Okay, já li tudo sobre essas duas raças, mas qual a diferença entre o Boston Terrier e o Buldogue Francês? Muitas!
 
Diferenças de personalidade: o Buldogue Francês é claramente mais tranqüilo, menos esportivo, menos agitado. O Boston é terrier (nunca devemos esquecer disso)! Enérgico, bom de guarda, ligeiramente impaciente e agitado. Aprende rápido, mas é meio teimoso, precisa liderança firme. Latem bastante na guarda e apesar de carinhosos, não são efusivos.
 
Na saúde, eles também são bem parecidos: problemas de pele são super comuns e como ambos são cães com a cara achatada, há os problemas respiratórios e oculares muito frequentes. O Boston Terrier tem uma vantagem em relação ao Buldogue Francês: seus pelos caem pouco, ao contrário do Buldogue Francês, que tem muita queda de pelo.
 
A diferença fica mais por conta da aparência. No blog do canil Ville Chamonix eles listam as principais diferenças estéticas entre as duas raças. Confira:
 
- A pontinha das orelhas dos frenchies são arredondadas e dos bostons são pontudas.
 
- Bostons podem ser de diversas cores, como já dissemos. A marcação branca deve estar presente desta maneira: uma faixa branca ao redor do focinho, uma faixa branca entre os olhos, antepeito branco. A marcação branca não é obrigatória em frenchies, mas a pelagem escura deve ser, obrigatoriamente, tigrada. A pelagem preta em buldogues franceses é uma desqualificação.
 
- O focinho dos Bostons não tem rugas como o dos frenchies (isso significa menos problema de infecção e menos necessidade de cuidados para limpar entre as rugas).
 
- A oclusão do Boston pode ser em torquês ou prognata. A oclusão dos Frenchies é obrigatoriamente prognata.
 
- A linha superior (dorso) dos Bostons é reta. Enquanto, dos Frenchies deve ser progressivamente ascendente no lombo, para descender rapidamente na direção da cauda.
 
- Bostons podem ser divididos por classes de acordo com seu peso: abaixo de 6.8 kg, de 6.8 a 9 kg e 9 a 11,35 kg. Frenchies devem pesar entre 8 a 14 kg, mas a média é de 12 kg.
 
 
- O peito dos bostons é largo, profundo e o ventre é ligeiramente encolhido, dando um aspecto mais atlético que o buldogue francês. Possui jarretes bem angulados, enquanto frenchies podem ter uma angulação menor nos posteriores.
 
Em uma exposição cinófila é FACÍLIMO distinguir frenchies e bostons. Eu diria que bostons são cães mais “delicados”, menores, com musculatura menos avantajada que os frenchies.
 
Nas ruas, talvez, infelizmente, fique mais difícil. Frenchies estão sendo muito prostituídos por fabricantes de filhotes. O comércio também é feito por criadores fundo de quintal que, da mesma forma que as fábricas de filhotes, não investem em estudos de tipicidade da raça quando vão acasalar seus cães.
 
 
Preço de um filhote de Boston Terrier
 
Um exemplar da raça custa de R$2.000,00 a R$3.000,00 reais em um canil sério e renomado. Não compre seu Boston Terrier em petshops nem na internet. Não faça isso sob nenhuma hipótese, ou você pode acabar levando gato por lebre. Leia nosso artigo sobre cães de petshop e criadores de fundo de quintal antes de comprar seu Boston Terrier.
 
Canil
 
Existem vários canis especializados na raça, porém o CBKC não selecionou os 5 melhores do Brasil em sua lista oficial. Como não conhecemos nenhum canil especializado de confiança, achamos melhor não sugerir nenhum. Pesquisa muito antes, principalmente com pessoas que já tem Boston Terriers.
 
 
Boston Terriers famoso
 
O novo cachorro do PC Siqueira é um Boston Terrier. Ele apresentou a fofura do Demo neste vídeo aqui.
 
 
 
 
Fonte:
Traduzido por Tudo sobre Cachorros do site Terrific Pets.
 
Outras referências:
Revista Cães e Cia
Coleção Nossos Amigos, os Cães
Lord Cão
Site Dog Times

Comentários

comentários