NÃO compre cachorro em petshop ou classificados online

Muito importante: esse artigo também vale para os filhotes que são vendidos por pessoas leigas, que resolvem cruzar seus cães em casa, sem saberem o que estão fazendo, visando o lucro em cima da venda dos filhotes. Jamais compre cães no Mercado Livre ou em sites desse tipo. Fique longe dos classificados, mesmo que o preço seja tentador. Você pode ter muita dor de cabeça depois, além de estar contribuindo para uma criação sem nenhuma responsabilidade, pois essas pessoas só cruzam seus cães porque há demanda. Se ninguém comprar, eles não terão pra quem vender. E estaremos colaborando para que as raças sejam preservadas e principalmente para que doenças genéticas não sejam perpetuadas.
 
Você ama animais? Você quer que os cães sejam cada vez mais saudáveis? Você preza pela vida deles? Então castre seu cão, não cruze. E pense bem antes de comprar um cachorro.
 
Quer comprar um cão de raça? Veja aqui a lista dos 5 melhores criadores de cada raça, de acordo com a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC).
 
 

Fábrica de Filhotes

 
Se você ainda não sabe, então estamos aqui para informá-los, afinal, este é nosso papel. A maioria dos amantes de cães sabe das horríveis condições das “fábricas de filhotes” e a fácil criação não-regulamentada. Os cães são geralmente cruzados com muita frequência (a fêmea fica prenha em praticamente todos os cios), são criados confinados em canis e não são sociabilizados com humanos. Além disso, esses criadores nem sempre cuidam da saúde e da força da raça, o que resulta em diversas doenças genéticas, péssima saúde e desvios graves do comportamento padrão da raça. Por exemplo, criadores desavisados de “fundo de quintal” podem cruzar dois labradores que já nasceram geneticamente mais agitados que o padrão da raça. Resultado: um labrador hiperativo e agitado demais. Outro exemplo: os Rottweilers não são cães agressivos. Mas, por um desvio genético, pode nascer um cão agressivo. Um criador inexperiente pode cruzar este cão que está fora do padrão comportamental da raça e gerar filhotes super agressivos, dando origem a uma cadeia de Rottweilers agressivos: o que está longe de ser o padrão da raça, o esperado por alguém que compra um Rottweiler. Infelizmente, muitos dos amantes de cães, que sabem sobre essas fábricas de filhotes, não sabem que a maioria desses filhotes vem de pet shops.
 

 
Existem pet shops que compram seus filhotes de canis regulamentados. Mas, mesmo esses filhotes tendem a não ser saudáveis nem sociabilizados. Isso porque esses canis normalmente criam muitas raças diferentes para atender muita gente, ou seja, eles criam pela quantidade, não pela qualidade. Desconfie de canis que criam muitas raças e não focam em uma ou no máximo duas. Isso porque esses canis não prezam pela preservação e criação de uma determinada raça, mas sim pela quantidade de venda que eles conseguem fechar. Então, antes de se apaixonar por aquele filhotinho fofo da vitrine, considere esses fatores em relação aos cães que são vendidos em pet shops:
 
 

10 razões pra você não comprar um cachorro em uma pet shop, OLX, Bom Negócio, Mercado Livre ou de um criador independente (sua vizinha que cruzou os cães dela)

 
1. Péssima saúde: devido ao fato da maioria dos cães de pet shops vir de fábricas de filhotes (e donos sem experiência alguma que resolvem cruzar seus cães em casa), esses filhotes não são o resultado de uma criação cuidadosa e normalmente eles não são bem cuidados antes de irem para a loja. Alguns dos problemas mais comuns são problemas neurológicos, problemas oculares, displasia de quadril, problemas sanguíneos e parvovirose. Um canil sério faz exames em suas matrizes e em seus padreadores para que a displasia de quadril não seja passada para a ninhada. Cães que nascem com displasia não devem cruzar. O que acontece é que os donos das fábricas de filhotes, ou mesmo aqueles donos leigos que cruzam seus cães em casa, não sabem da displasia e não sabem que o cão pode ter displasia sem apresentar os sintomas. Então eles cruzam esse cão doente e geram filhotes doentes. A displasia causa a paralisia das patas traseiras do cão. É um crime e uma irresponsabilidade cruzar cães com displasia – ou qualquer outra doença genética.
 
2. Problemas Comportamentais: além do cruzamento de cães com desvios comportamentais, que como já citei, é errado, há o fato de que os cães em uma pet shop são cuidados por atendentes que não sabem sobre adestramento e educação canina. Ou seja, os filhotes adquirem hábitos errados que são difíceis de serem consertados posteriormente.
 
3. Nenhuma socialização: os filhotes que são vendidos em pet shops ou mesmo os filhotes de criadores leigos, são desmamados muito cedo, às vezes até com 1 mês de idade. Um cão deve ficar com a mãe até os 90 dias, nunca menos de 70 dias. Tirar um cachorro da ninhada com menos de 70 dias significa que ele não vai aprender com a mãe e com os irmãos o básico do comportamento canino (veja mais sobre o imprinting canino). Pode ficar um cão extremamente medroso (o que reflete em timidez ou agressividade), difícil de educar e com graves problemas comportamentais. Um cachorro precisa desses 60 dias para “aprender a ser cachorro”. Tirar da ninhada com menos tempo é um crime. Não faça isso e não concorde com isso.

Pit Bull em aparente depressão


 
4. Padrão da Raça: comprar um cachorro em uma pet shop e depois cruzá-lo significa estragar o padrão de uma raça, simplesmente porque os criadores anteriores não estavam preocupados com isso.
 
5. Falta de Informação: um funcionário de uma pet shop ou um dono leigo que resolveu cruzar seu cão não é especialista na raça e normalmente não tem conhecimento profundo sobre cães. Comprar um cachorro dessa procedência significa que você pode adquirir um cão sem saber o que esperar dele.
 
6. Devolução do filhote: a maioria das pet shops oferecem uma garantia de que você pode devolver o cão se o mesmo apresentar problemas. O que as lojas não te dizem é que, uma vez devolvidos, muitas vezes esses cães são eutanasiados (isso mesmo, mortos), já que geralmente são devolvidos por problemas graves comportamentais ou de saúde.
 
7. Educação é um desafio: filhotes de pet shops passaram suas vidas em jaulas e gaiolas. Eles não tiveram a oportunidade de desenvolver o instinto canino natural de evacuar longe de sua comida e de sua cama. Isso é um problema quando você tenta educá-los.
 
8. O que você vê não é o que você recebe: se você vê um filhote que parece um Maltês na vitrine, você pode perceber, quando ele crescer, que parece também um pouquinho com um Terrier. Não existe garantia de que você está levando um cão de raça pura, se isso é o que você quer. Você pagará um preço de raça pura, mas levará um cão misturado. Tem milhares de cães misturados para adoção, que você pode ter de graça e que também te fará muito feliz.
 
9. Valores: dependendo da loja, você pode encontrar um cão de até R$3.500,00. Isso é mais do que o que você pagaria em um canil sério, por um filhote saudável e dentro dos padrões da raça. Insisto: não caia na tentação de comprar um cão barato em classificados e sites da internet. Desconfie de um Cocker Spaniel por R$150,00. Não contribua com essa criação indiscriminada e sem consciência.
 
10. Pedigree questionável: principalmente em pet shops maiores, você está pagando caro por um cão com pedigree, registrado no CBKC. Mas, muitas vezes o documento não é original. E mesmo que seja original, ainda não garante que o cão seja um bom examplar da raça – você precisa de um criador renomado e de confiança pra provar isso.
 
 

“Se eu não posso comprar meu cachorro em uma pet shop, nem em classificados, nem em sites de classificados da internet e nem do meu vizinho que cruzou seus poodles, onde então eu vou comprar meu cachorro?”

 
Simples! Encontre um canil sério e de confiança, especializado na raça que você deseja. Ou você pode adotar um dos milhares de cães disponíveis para adoção no Brasil. Tem sempre um que combina com você e que te fará muito feliz.
 
Criadores renomados são reconhecidos pela raça que criam e podem ajudar com problemas físicos e de comportamento que podem surgir posteriormente. Esses criadores sérios sociabilizam os filhotes desde cedo, sabem educá-los e não cruzam cães que tem algum desvio de temperamento ou de saúde. Além disso, quando você for ao canil, vai ver os pais dos filhotes, vai ver como são criados, o ambiente em que vivem e como reagem na presença de pessoas e outros animais.
 
Adotar também é uma ótima idéia. Tudo bem, normalmente você não vai conhecer os pais do filhote, mas filhotes resgatados por ONGs e instituições sérias são cuidadosamente medicados e examinados, sendo postos para adoção em perfeito estado de saúde. Além disso, por uma questão de seleção natural (os mais fortes sobrevivem), vira-latas costumam ser mais saudáveis e mais resistentes que cães de raça pura.
 
Então, da próxima vez que você vir um filhotinho lindo na vitrine do shopping, pare e pense em tudo o que você leu nesse artigo. Comprar nessas lojas é apoiar a criação indiscriminada de cães, é apoiar as fábricas de filhotes. E é quase certo que você não terá uma boa experiência.

Collie entediado à venda em uma pet shop: procedência desconhecida

Collie entediado à venda em uma pet shop: procedência desconhecida


 
 

Raças que você vai ver vendendo na internet e em pet shops

 
Normalmente as raças mais populares, pois são as que geram mais lucro para seus “criadores”: labrador, golden retriever, maltês, shih tzu, poodle, cocker spaniel, pug, buldogue francês, chihuahua, yorkshire etc. Fuja imediatamente de canis e criadores que chamam seus cães de ZERO, MINI, ANÃO e qualquer termo semelhantes. Esses criadores procuram diminuir o tamanho de seus exemplares para venderem mais e mais. Leia mais aqui sobre cães miniatura.
 
Este artigo expressa a opinião do site Tudo sobre Cachorros e foi escrito com base em pesquisas e experiências relatadas. Apoiamos a adoção de vira-latas e a compra consciente de criadores renomados e sérios. Entendemos que muitas vezes ter um cão de raça faz parte de um sonho e não discriminamos quem prefere comprar uma determinada raça em vez de adotar um cão. Adquirir uma raça tem suas vantagens, como a previsão de um temperamento e do tamanho do animal. Adotar, por sua vez, é maravilhoso, pois além de adquirir um cão forte, resistente e extremamente grato a você, é uma boa ação, uma vida sendo salva por você. Quer coisa melhor? Veja aqui a lista dos principais sites de adoção.
 
A única coisa que não apoiamos é a criação indiscriminada, o cruzamento inconsequente “fundo de quintal” e a cruza pela cruza (“tadinho, preciso cruzar pra saber o que é bom!” ou “a cadela nasceu pra isso”).

 
Documentário sobre as fábricas de filhotes e a venda de animais em petshops:
 


 

Fica aqui o nosso apelo.


 

Comentários

comentários