Yorkshire Terrier


Canil PimpolhinhosA área de Yorkshire, na Inglaterra, é conhecida por produzir bons animais, e acredita-se que o Yorkshire não foi um “acidente”, mas o resultado de cruzamentos propositais entre uma variedade de terriers, provavelmente incluindo o Airedale Terrier, o Clydesdale Terrier, Paisley Terrier, English Black de pelo duro e o Tan Terrier. Talvez também o Skye Terrier, Dandie Dinmont Terrier e Maltês.

Os Yorkies eram vistos nos colos de madames afortunadas da Inglaterra. EM 1880, os Yorkshires chegaram à América, mas a raça tinha tamanhos tão variados que começou a gerar uma confusão em relação ao tamanho correto de um Yorkshire Terrier. Esses Yorkies de antigamente pesavam de 5,5kg a 6,3kg. Em 1900, foi decidido tanto na Europa quanto na América, que o menor tamanho era preferencial, e começaram a se esforçar para criar Yorkies cada vez menores, com o pelo cada vez mais longo.

Eles tiveram sucesso, e o Yorkshire Terrier atualmente é uma das menores e mais luxuosas raças de pelo longo que existem.

Atenção: jamais compre um Yorkshire de um criador que o entitula de “mini”, “micro”, “zero”, “anão” ou outras denominações que indiquem que ele é menor do que os demais da raça. A Miniaturização é um problema muito grave. Leia aqui sobre isso e muito cuidado.

Veja o padrão da raça Yorkshire Terrier segundo a Confederação Brasileira de Cinofilia.

Temperamento e Características

- Alta energia
- Não precisa de muito exercício
- Grau de apego ao dono: médio
- Relacionamento com outros cães: tímido
- Relacionamento com outros animais: tímido
- Relacionamento com estranhos: amigável
- Fácil de treinar
- Baixo nível de proteção
- Cuidados com pelo: alto
- Baixa tolerância ao frio
- Média tolerância ao calor

O Yorkshire Terrier adora uma aventura e uma encrenca. Ele está sempre ocupado, tem a personalidade forte, é teimoso e pode ser agressivo com cães estranhos e outros animais pequenos. Embora alguns tendam a latir muito, pode ser facilmente educado para não latir tanto.

Os Yorkies são muito inteligentes e prontos para aceitarem treinamento ( Confira aqui a lista completa com o ranking das raças de cães mais inteligentes segundo Coren). Eles amam atenção da família e odeiam ser ignorados por longos períodos de tempo. Eles são ótima companhia para quem vive sozinho, têm energia de sobra para brincar, se dão bem com outros cães e gatos – se acostumados desde cedo e o melhor: amam receber carinho e ficar no colo!

Eles se adaptam bem à família e provavelmente seguirão o temperamento da casa. Se for uma casa calma, serão cachorros calmos. Uma casa agitada vai gerar um Yorkshire agitado também.

O Yorkshire também são ótimos cães para terapia. Embora provavelmente você não vai ter um para isso, é legal saber como seu cachorro é esperto e nunca subestimar as coisas de que ele é capaz.

Essa raça é muito dócil e ótima para crianças, pois aceitam brincadeiras e não se irritam com facilidade.

Segundo o ranking das raças mais inteligentes do mundo, o Yorkshire encontra-se na 27a posição. Isso significa que ele é inteligente e fácil de treinar. Porém, é um cão alerta e agitado, principalmente enquanto filhote. Ele não vai ficar largadão no sofá o dia inteiro, pelo menos não até ficar idoso. Enquanto o Yorkie maduro é bem mais calmo, o filhote e o adolescente que não for ocupado com bastante brincadeira, treinamento e trabalho vai acabar mastigando tudo, latindo, cavando e encontrando formas de se manter entretido.

Legal ler:
Os cães precisam trabalhar
Dicas para deixar o cão sozinho em casa

Como cão de guarda, o Yorkshire Terrier não é o mais territorial, mas também não é o menos. Ele é o meio termo. Um Yorkshire Terrier sem dúvida irá latir quando a campainha da sua casa tocar, ou se alguém passar pelo corredor do seu prédio. Ele irá chamar sua atenção para o estranho antes de decidir o que fazer. Uma vez que ele receber o sinal de que aquela pessoa é ok, ele vai abanar o rabo de alegria porque estará muito feliz de ter alguém novo para fazer carinho nele. Não são fofos?

Com certeza a maior qualidade dessa raça é a adaptabilidade e a versatilidade. Com treinamento, o Yorkshire Terrier pode fazer praticamente qualquer coisa que você pedir, menos, claro, redigir um romance ou fazer um discurso! ;) Por causa do seu amor pelas pessoas, eles são muito receptivos, adoram agradar o dono…isso faz com que os Yorkies sejam IRRESISTÍVEIS!

Muito colo não é bom!
Levar um cão, como um Yorkshire, sempre no colo, é um grave erro porque, além dos inconvenientes (entortar a coluna), ele ainda recebe uma superproteção e, como ele sabe disso, passa a bancar o valente e a rosnar e a latir para outros cães, por maiores que sejam, desafiando-os, porque sabe que nada lhe poderá acontecer, porque tem consciência da impunidade que o protege.

Por menor que seja o Yorkshire, o melhor é que passe o maior tempo possível no chão, para que possa viver normalmente, andando, correndo, pulando, brincando, brigando, vivendo uma vida normal, o que o faz muito mais feliz. Devemos permitir e até facilitar que o nosso cãozinho tenha contatos e até convivam com outros animais, esse contato com outros cães lhe proporcionará benefícios psicológicos, pois ele aprenderá a se relacionar normalmente.

O YORKSHIRE TERRIER GOSTA DE ÁGUA?
Essa raça adora nadar! No geral, eles começam a nadar naturalmente. Mas não se assuste se seu cãozinho ficar com medo de entrar na água da primeira vez. Nunca jogue um filhote na água, pois pode causar traumas irreversíveis. Se você tem um cão adulto que goste de nadar, provavelmente o filhote de Yorkshire Terrier irá atrás. Você também pode tentar mergulhar pra ver se seu cachorro irá atrás de você.

Cuidado com as unhas do seu cão na hora de nadar, pois eles podem te arranhar ao tentar ir para o seu colo dentro da água.
A primeira vez de um filhote na piscina deve ser bem devagar e calma, no tempo dele. Aos pouquinhos elevai tomando coragem. Deixe-o explorar o ambiente no seu próprio ritmo. Se ele quiser só brincar com a água e abanar o rabo, deixe! Conforme ele for ganhando confiança, vai avançar na tarefa.

Importante: cachorros não podem ficar na água (seja piscina, cachoeira, lago, rio, lagoa, praia etc.) sem supervisão de maneira nenhuma. É normal um cão não saber como sair de uma piscina e sofrer uma estafa muscular antes que alguém vá socorrê-lo.

É UMA RAÇA BOA PARA CRIANÇAS?
Sim, por ser um cão dócil e que adora brincadeiras, é uma boa opção para crianças, desde que o convívio a princípio seja supervisionado por um adulto, como os filhotes são pequenos podem se machucar seriamente se a criança não respeitar o limite do cão.

A RAÇA SE ADAPTA A APARTAMENTOS E PEQUENOS ESPAÇOS?
Sim, por ser uma raça pequena que não precisa de exercícios físicos extras e nem faz muita sujeira, o Yorkshire é uma das raças mais procuradas para ser criada em apartamentos.

O YORKSHIRE PODE FICAR SOZINHO DURANTE O DIA?
O ideal é que tenha sempre uma pessoa junto com o cão. Caso você não tenha tempo para ficar a maior parte do dia com ele, você pode deixá-lo sozinho desde que alguns cuidados possam ser tomados, tais como a verificação de ração e água, e a retirada de objetos perigosos do alcance do cão (tais como fios elétricos, produtos de limpeza, entre outros). Veja aqui dicas para deixar seu cão sozinho em casa.

O YORKSHIRE LATE MUITO? SOLTA MUITO PELO?
O Yorkshire não late muito, só late em momentos que fujam da rotina da casa. O yorkshire não solta muitos pelos, para isso mantenha o seu cão sempre alimentado com ração super premium e evite dar comidas que não sejam apropriadas para cães.

QUANTO TEMPO VIVE UM YORKSHIRE?
A expectativa de vida de um Yorkshire varia de 12 a 15 anos.

Cuidados

Banho
Esteja preparado pra diversão e brincadeiras! Seu Yorkie precisa tomar banho 2 vezes por mês. Escolha um lugar com temperatura agradável e use alguns centímetros de água morna. Você vai precisar de um pano, sabonete pra cachorro e toalhas.

1 – Lave a cabeça e as orelhas do seu cachorro usando um pano úmido e NENHUM xampú.
2 – Agora lave-o da frente para a parte de trás e de cima para baixo, usando movimentos circulares.
3 – Mantenha os olhos e as orelhas livres de sabão.
4 – Agora enxague e seque-o com uma toalha sequinha.

Unhas
Como todos os cachorros, essa raça também precisa cortar as unhas regularmente. É perigoso cortar as unhas do seu cão porque eles têm uma carne interna que se for cortada, dói muito e sangra bastante. Por isso, o ideal é que você leve ao veterinário ou petshop para cortá-las.

Escovando os pelos
Escovar os pelos diariamente é uma tarefa prazeiroza tanto para o cão quanto para o dono. São três passos para uma escovação perfeita:
1 – Escove no sentido do crescimento dos pelos para limpar a pelagem superficial
2 – Escove cuidadosamente na direção oposto ao crescimento dos pelos, para limpar os pelos de baixo e massagear a pele
3 – Escove novamente na direção do crescimento dos pelos para arrumar.

Tosa
Por não ter um subpelo, o Yorkshire Terrier não deve ser tosado. Dependendo do objetivo, pode-se fazer o corte para competição (pelos longos), o corte higiênico (tira os pelos apenas das patas, rosto e partes íntimas) e o corte filhote, que deixa o pelo bem curtinho, parecendo com o pelo dos filhotes de Yorkie.

Macho ou fêmea?

Os dois são ótimos animais de estimação. No geral, os Yorkshires machos são mais dependentes, enquanto as fêmeas são mais independentes. Por exemplo, se você está trabalhando em casa no seu computador, seu Yorkie macho vai provavelmente dormir embaixo dos seus pés, quanto sua Yorkie fêmea provavelmente vai dormir em outro quarto e de vez em quando ela virá falar com você.

MACHOS

Geralmente são maiores do que as fêmeas e comem mais. São mais pesados, mais altos e mais fortes do que as fêmeas. Em raças pequenas como yorkies  a diferença será de alguns centimetros a mais na altura, e maior diferença no peso. Tendem a comer mais do que fêmeas .

Yorkies machos não costumam se socializar bem com outros machos. Isso será ainda mais evidente se houver outras fêmeas na área que estejam no cio.Um yorkie macho geralmente irá formar uma ligação com uma pessoa, enquanto fêmeas tendem a criar laços com várias pessoas. Tendem a se desenvolver sexualmente mais rápido do que as femeas, e podem vagar pela rua , já que podem sentir o cheiro de fêmeas no cio mesmo há muitos km de distância. Se não ficarem fechados em casa, podem sumir por vários dias , em busca da fêmea. Castrar seu yorkie irá minimizar este problema, além de manter sempre portões e portas fechados, é claro.

Machos podem apresentar comportamentos de demarcar território e montar em outros cães. Quando castrados os níveis de testosterona começam a baixar,  e a maioria destes comportamentos tendem a desaparecer. Machos castrados com aproximadamente 5 meses  nem chegam a levantar a perninha para fazer xixi.

O Macho se torna bastante possessivo com relação à fêmea – mesmo com humanos. Esta pode ser uma preocupação caso você tenha crianças pequenas em casa, ou outros cães, pois o macho pode se tornar agressivo . Qualquer casal de cães deve ser monitorado cuidadosamente. Yorkies machos tendem a ser mais difíceis de treinar do que as fêmeas, são mais inquietos e requerem mais exercícios. Adoram brincar , e costumam agir assim por toda a vida.  Seu humor não muda como o das fêmeas. Podem tentar  impor sua dominância na casa , mas um treinamento básico resolve este comportamento.

FÊMEAS

Tendem a ser menores do que os machos, entram no cio no mínimo 2 vezes ao ano, por aproximadamente 3 semanas. São mais fáceis de treinar, mas podem facilmente ficar assustadas ou tímidas se tratadas de forma rude ou em tom de voz agressivo. Tendem a criar laços com várias pessoas. Podem ser menos protetoras do que os machos, e mais fáceis de socializar com outros cães.

As yorkies fêmeas, assim como os machos,  costumam gostar  de carinho e colo, mas assim que tiverem o suficiente, elas vão embora. É uma forma de mostrar sua independência. São mais fáceis de treinar, pois costumam prestar mais atenção do que os machos, que se dispersam mais facilmente.  São conhecidas por grandes mudanças de humor – podem estar dóceis em um dia e meio ranzinzas no outro.Costumam demonstrar comportamento dominante como montar em outros cães, e a maioria das brigas ocorrem geralmente entre 2 fêmeas.Fêmeas irão brigar com outras fêmeas, mas tendem a ser dar bem com machos. Geralmente um grupo de cães fêmeas irá estabelecer uma hierarquia, e irão se tornar companheiras após esta ordem estar estabelecida.

SEMELHANÇAS

É necessário considerar o tempo, atenção e esforço que será dispendido com o animal – seja macho ou fêmea. Ambos necessitam de exercícios, treinamento, alimentação, carinho e amor. Além disso, check-ups veterinários regulares e vacinação serão necessários para ambos os gêneros. Decidir por uma fêmea ou um macho é uma decisão pessoal . Considere a castração assim que recomendada pelo veterinário, para prevenir doenças e crias indesejadas.

Caso você já tenha outros cães em casa, considere a forma como eles vão interagir, yorkies não costumam ter problemas com gatos, mas podem enfrentar outros cães, especialmente se forem do mesmo sexo . Lembre-se também de procurar por um yorkie que combine com sua personalidade, já que você passará boa parte de sua vida na presença dele, então é importante que vocês estejam na mesma sintonia .

Lembre-se de que criadores profissionais também são uma grande fonte de conhecimento – converse com um antes de tomar uma decisão.

Escolhendo um filhote de Yorkshire Terrier

Escolher o filhote perfeito pra você e sua família pode ser a parte mais difícil na hora de adquirir um Yorkshire. Todos os filhotes são fofos, mas cada um tem sua personalidade individual que o diferencia dos demais. Para tentar prever o temperamento quando adulto, vale ficar atento ao nível da atividade do filhote (um filhote muito agitado provavelmente será um adulto agitado), como o filhote reage à presença de pessoas (importante para saber se ele é dominante), além de sempre levar em conta as recomendações do criador. Levando tudo isso em conta, fica mais fácil fazer a escolha certa.

Quer comprar ou adotar um Yorkshire Terrier? Veja aqui como escolher o filhote em uma ninhada, desde o temperamento até a saúde.
 
 
Atenção: o site Tudo Sobre Cachorros não se responsabiliza pela procedência dos cães do canil anunciante, bem como não tem qualquer intenção de lucrar com a venda de filhotes.
 

Comentários

comentários